Investimentos em educação

8 de março de 2013 | Publicado em Arquivo de Notícias, Notícias | Comentários desativados

Educação à distância e projetos internacionais foram temas de encontro com deputado federal na FESP

Carlos Eduardo Guimarães, presidente da FESP recebeu o deputado federal, Angelo Vanhoni

A Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP) recebeu hoje (8) pela manhã a visita do deputado federal Angelo Vanhoni (PT-PR). O parlamentar foi recebido pelo presidente da FESP, professor Carlos Eduardo Guimarães, pelo diretor acadêmico, professor Luiz Fernando Ferreira da Costa e pelo professor Elcio Orlando Calegari, diretor administrativo-financeiro.
Um dos principais objetivos do encontro foi o fortalecimento da parceria entre a FESP e o governo federal. “Nós temos uma relação importante com o governo federal. Estamos em uma fase onde o modelo de gestão econômico da FESP precisa ser inovado e a educação à distância terá um papel fundamental para ampliação da faculdade”, disse o presidente que ainda destacou os resultados dos projetos internacionais da FESP.
As discussões entre os diretores e o parlamentar foram ao encontro das recentes afirmações da presidente Dilma Rousseff, na última terça-feira, quanto defendeu a aplicação integral dos royalties do petróleo explorado na camada pré-sal na educação. As afirmações da presidente repercutiram em todo o mundo principalmente por afirmar que sem investimentos pesados no setor de educação, o Brasil não atingirá seu potencial de crescimento econômico.

"Precisamos garantir profissionais formados em Comércio Exterior para suprir as necessidades do mercado", Carlos Eduardo Guimarães.

“Planejamos ações internacionais estratégicas para ampliar consideravelmente a futura oferta de mão de obra. Precisamos garantir principalmente, profissionais formados em Comércio Exterior capazes de suprir a crescente necessidade do mercado”, destacou Carlos Eduardo Guimarães.
Angelo Vanhoni tem um papel fundamental no governo federal principalmente por ter sido relator do Plano Nacional de Educação (PNE). O plano pretende ampliar a oferta de vagas no ensino superior no Brasil, passando das atuais seis milhões de matrículas para 15 milhões.
Estratégia

"A FESP tem um papel fundamental no processo de crescimento da educação no Brasil", Angelo Vanhoni, deputado federal.

Durante o encontro na FESP, Vanhoni explicou que do total de vagas existentes no ensino superior, apenas 1,5% são em instituições públicas. A ideia é que durante os próximos dez anos, período em que o plano estará em vigor, essa porcentagem seja elevada e os cursos à distância sejam cada vez mais ampliados.

“A FESP tem um papel fundamental dentro do crescimento da educação no Brasil. O que estamos orientando é que 30% das vagas sejam em educação à distância e 70% em nível presencial. Para ampliarmos a oferta no ensino superior, será necessário 1,35% do Produto Interno Bruto (PIB) e fortalecermos as instituições com excelência no mercado”, disse o deputado Angelo Vanhoni.
Vanhoni tem uma relação muito próxima e familiar com a FESP. A biblioteca da faculdade recebeu o nome de Biblioteca Vidal Vanhoni em homenagem ao pai do deputado Angelo Vanhoni. Durante muitos anos, Vidal Vanhoni foi professor em vários cursos na faculdade.
Durante o encontro estiveram presentes vice-presidentes os coordenadores da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio Geara, do conselho político e Sinval Machado, de arbitragem, e os conselheiros da ACP, Cleverson Teixeira e Josafá Lemes, ex-procurador-geral do município de Matinhos. A FESP mantém uma sólida relação com a ACP e o encontro fortaleceu discussões para investimentos na infraestrutura portuária no litoral do Paraná.

 

Por Kelson Henrique
Jornalista
Assessoria de Imprensa FESP
Faculdade de Educação Superior do Paraná | 55 41 3028-6500

 

Os comentários estão encerrados.